sexta-feira, maio 06, 2011

Após fazer campanha contra união gay, pastor Silas Malafaia é destaque no Twitter

Diante das votações do STF internautas passaram a ofender o pastor que se manifestou contra a união de pessoas no mesmo sexo
Após fazer campanha contra união gay, pastor Silas Malafaia é destaque no Twitter
pastor Silas Malafaia ganhou destaque no Twitter devido a aprovação da união civil entre pessoas do mesmo sexo pelo Supremo Tribunal Federal. Ele, que tinha se manifestado contra pedindo para seus seguidores enviarem e-mails aos ministros, passou a ser ironizado com a hashtag #chupamalafaia que rapidamente entrou no Trend Topics Brasil.

O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo foi caluniado e ofendido por milhares de internautas que festejaram a decisão do STF.
Minutos depois de a hashtag chegar em segundo lugar do TTBr os internautas passaram a ironizar todos os evangélicos com as palavras #todoscrentechora.

Malafaia chama a atenção de cantores gospel

Enquanto isso, Malafaia questionava com alguns cantores evangélicos que não apoiaram a causa e retransmitiram suas mensagens como André Valadão, Fernada Brum e Aline Barros.
Ana Paula Valadão que acabava de chegar em Londres também foi citada pelo pastor e rapidamente respondeu dizendo que se sentiu triste com as acusações e julgamentos.



O debate se tornou mais acalarado quando a Pastora Ana Paula Valadão respondeu a crítica, sem citar nomes, afirmando que devemos buscar é conseguir almas para Deus, porque “se as pessoas temerem a Deus não abortarão seus bebês, ainda que haja uma lei a favor do aborto”, disse em relação a legalização da união civil. Confira o relato completo:

    Tive a tristeza de ler alguns twitts que citam meu nome com acusações e julgamentos. É verdade, cada um dará contas de si mesmo a Deus, e de cada palavra que proferimos. Lamento por algumas partes do Corpo de Cristo que se acham no direito de acusar outros por não agirem como eles sentem que Deus os chamou para agir. Eu só posso dizer o q eu sinto q Deus quer que eu diga.

    Avivamento, a volta de uma pessoa ou de uma nação para Deus e Seus princípios, a meu ver não é algo que aconteça de cima para baixo. Podem haver leis proibindo isso ou aquilo e as pessoas continuarem na prática de pecado. Creio que o avivamento vem de baixo para cima e a mudança ou estabelecimento de leis segundo os padrões de Deus serão consequência do que se passa numa sociedade em avivamento, que quer Deus mais do que querer mudança ou impedimento de legislação. De cima para baixo.

    Clamo por mudança do coração das gentes, da nação, de baixo para cima. Por exemplo: se as pessoas temerem a Deus não abortarão seus bebês, ainda que haja uma lei a favor do aborto. Oro pelo o avivamento espiritual no Brasil. Se isso resultar em leis segundo Deus, amém. Se não, tudo bem, porque pessoas temerão Deus de qualquer maneira.

O Pastor encerrou afirmando que irá “continuar amando a irmã Ana Paula Valadão. Sei que ela é serva de Deus. Mas sei que ela está terrivelmente equivocada nos seus conceitos” e completou: “Ana Paula Valadão, amigo é aquele que diz a verdade.”

Até o fechamento desta matéria os Pastores André Valadão, Fernanda Brum e Aline Barros não se manifestaram.


Fonte: Gospel Prime e FamiliaDT / Adaptação e Edição: Diante de Deus

0 comentários:

Postar um comentário